\\ INFORMAÇÃO \ notícias

Assembleia do Sinpro aprova assinatura de nova convenção coletiva

Coordenador-geral do Sinpro, Valdir Kinn detalhou o processo negocial com o Sinepe/RS
Coordenador-geral do Sinpro, Valdir Kinn detalhou o processo negocial com o Sinepe/RS
Publicada em 01/06/2018.

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada no último sábado, 26, os professores do ensino privado de Ijuí deliberaram pela assinatura da nova Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) entre o Sinpro-Noroeste, que representa os trabalhadores da educação privada, e o Sinepe/RS, representante das instituições de ensino.

Durante 10 reuniões negociais, iniciadas em março, o sindicato intermediou a alteração de algumas cláusulas da CCT antiga, além da inclusão de um novo item. O processo se prolongou em virtude da manifesta intenção da entidade patronal em trazer para a Convenção diversos pontos celebrados pela reforma Trabalhista, que claramente significariam prejuízos aos trabalhadores. Com esforço de negociação, o movimento foi barrado pelo sindicato, que manteve posição sobre os ganhos conquistados a duras penas nos últimos anos.

A nova redação das cláusulas foi apresentada aos trabalhadores presentes, que aprovaram, por unanimidade, a deliberação de assinatura da convenção coletiva.

Dessa forma, uma das maiores vitórias do novo acordo é a manutenção de algumas cláusulas, como a obrigatoriedade da homologação de rescisões nos sindicatos. Já o reajuste salarial será de 2,5%, retroativo ao mês de março, que marca a data-base da categoria. O índice é superior à inflação acumulada nos últimos 12 meses.

Após os ajustes legais e posterior assinatura da nova CCT, o Sinpro disponibilizará em seus canais de comunicação o texto completo, com todas as cláusulas que regem a relação de trabalho entre professores e instituições de ensino privado.